Shakespeare: 40 Obras Gratuitas

07.11.2017

 

Considerado o dramaturgo mais influente do mundo, o Bardo de Avon, ou mais precisamente, William Shakespeare, nasceu em 1564, em Stratford-upon-Avon, e é considerado o poeta nacional da Inglaterra.

 

O apanhado de sua obra inclui 38 peças, 154 sonetos, 2 poemas narrativos e tantos outros versos esparsos cuja autoria não pode lhe ser atribuida com total certeza.

 

Apesar dos 401 anos que nos separam  de William Shakespeare, seu trabalho continua absolutamente moderno, sendo um dos principais autores revisitados pelo teatro, televisão, cinema e literatura.

 

A obra do autor está disponível gratuitamente, em domínio público, em seu idioma original (inglês), e você pode baixá-la nos links abaixo:

 

(Quer saber mais sobre Shakespeare? Acesse aqui a página do

Trabalho de Mesa e ouça o podcast dedicado ao dramaturgo).

 

1. A Fairy Tale in Two Acts Taken from Shakespeare

Baixe aqui
 

2. A Lover's Complaint

Baixe aqui

 

3. A Midsummer Night's Dream

Baixe aqui
 

4. All's Well, That Ends Well

Baixe aqui
 

5. Antony and Cleopatra

Baixe aqui
 

6. As You Like It

Baixe aqui
 

7. Coriolanus

Baixe aqui
 

8. Cymbeline

Baixe aqui
 

9. Hamlet, Prince of Denmark

Baixe aqui
 

10. Henry IV

Baixe aqui:  Parte 1 Parte 2

11. Henry V

Baixe aqui
 

12. Henry VI

Baixe aqui


13. Henry VIII

Baixe aqui
 

14. Julius Caesar

Baixe aqui
 

15. King John

Baixe aqui
 

16. King Lear

Baixe aqui


17. Love's Labour's Lost

Baixe aqui
 

18. Macbeth

Baixe aqui
 

19. Measure for Measure

Baixe aqui
 

20. Much Ado About Nothing

Baixe aqui
 

21. Othello

Baixe aqui 
 

22. Pericles Prince of Tyre

Baixe aqui
 

23. Richard II

Baixe aqui
 

24. Richard III

Baixe aqui 
 

25. Romeo and Juliet

Baixe aqui
 

26. Shakespeare's Sonnets

Baixe aqui

 

27. The Comedy of Errors

Baixe aqui
 

28. The Merchant of Venice

Baixe aqui
 

29. The Merry Wives of Wilson

Baixe aqui
 

30. The Passionate Pilgrim

Baixe aqui
 

31. The Phoenix and the Turtle

Baixe aqui
 

32. The Rape of Lucrece

Baixe aqui
 

33. The Taming of the Shrew

Baixe aqui
 

34. The Tempest

Baixe aqui
 

35. The Two Gentlemen of Verona

Baixe aqui
 

36. The Two Noble Kinsmen

Baixe aqui

 

37. The Winter's Tale

Baixe aqui

 

38. Timon of Athens

Baixe aqui
 

39. Titus Andronicus

Baixe aqui
 

40. Troilus and Cressida

Baixe aqui 
 

41. Twelfth Night

Baixe aqui
 

42. Venus and Adonis

Baixe aqui

 

(Os links foram retirados do site Universia).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RESSURECTIONE

POR LUIZ PIEROTTI

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS recentes:     
Please reload

© 2016 por O Caos Cultural.