7 May 2019

Mude 

Mas comece devagar, porque a direção 
é mais importante que a velocidade. 
Mude de caminho, ande por outras ruas, 
observando os lugares por onde você passa. 
Veja o mundo de outras perspectivas. 
Descubra novos horizontes.

Não faça do hábito um estilo de vida.
...

19 Apr 2019

Nascida em 1952, filha do sociólogo Waldo Aranha Lenz Cesar e da jornalista Maria Luiza Cruz, Ana Cristina Cesar foi uma poetisa e tradutora brasileira, considerada um dos principais nomes da geração mimeógrafo e frequentemente vinculada ao movimento de Poesia Marginal...

11 Apr 2019

Há, por vezes, jovens geniais que parecem vir à Terra com um único motivo: causar inveja aos demais habitantes locais. Isaac Newton, Wolfgang Amadeus Mozart, Maria Gaetana Agnesi, dentre outras personalidades que – ainda crianças – já mantinham uma produção sólida e pr...

12 Feb 2019

Em tempos de exaustão, inércia e conveniência, as palavras Marina Colasanti recitadas por Antônio Abujamra adquirem sentido mais claro e certeiro.

Conteúdo de propriedade da Fundação Padre Anchieta (TV Cultura).

19 Oct 2018

Patrono da cadeira número 5 da Academia Brasileira de Letras, Bernardo Guimarães foi um romancista e poeta brasileiro que viveu de 1825 a 1884.

Formado na Faculdade de Direito de São Paulo e amigo íntimo do poeta Álvares de Azevedo, participou da criação da Sociedade Ep...

Please reload

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS centes:      
Please reload

Feed do Instagram

caoscultural4.png

ouça o podcast

do caos cultural

Sem título.jpg

apoie um projeto:

contos clássicos de fantasma

© 2016 por O Caos Cultural.