21 Oct 2019

Atitudes rebeldes, cabelos estilosos e um som pesado que atraem multidões. O rock'n'roll  é um dos gêneros musicais mais presentes ao longo das últimas décadas, sempre inovador, transgressor e questionador.


Mas e se eu te falar que esse esse estilo, ou aquilo que viria...

10 Jul 2019

Página reúne mais de 22 mil imagens coletadas em missões de pesquisa em países como Líbano, Síria, Palestina, Jordânia, Egito, Marrocos, Iraque e Irã

17 May 2019

Há alguns dias, aqui no Caos Cultural, um post foi publicado sobre a incrível arte do escultor taiwanês Han Hsu-Tung. Suas imagens feitas de madeira parecem mesclar figuras orgânicas com tecnologia digital, em estruturas que se dissolvem em pixels flutuantes. 

Dura...

12 Oct 2018

Filmado em 1910, Frankestein foi a primeira versão cinematográfica da obra de Mary Shelley.

A obra foi uma produção da Edison Studios, produtora de vídeos de Thomas Edison, sendo escrito e dirigido por J. Searle Dawley e rodado em 3 dias no Bronx, Nova York.

Frankestein...

26 Jul 2018

Seríamos mesmo um país pacífico, miscigenado, e que por essa mistura de povos deu vida a uma sociedade socialmente igualitária e não racista? Ou estaríamos tentando ignorar um racismo nada sutil?
 

O vídeo abaixo (gravado por este que vos fala e publicado no jornal Cruz...

Please reload

OT72GE7TVWWD333IV5NELULJ3I.jpg

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS centes:      
Please reload

Feed do Instagram

© 2016 por O Caos Cultural.