4 Dec 2019

Quincas Borba, personagem de Machado de Assis, é o criador do Humanitismo, filosofia ficcional que se apoia na evolução e manutenção social pela sobreposição do mais forte e apto.

Porém, estaria a ideologia satírica de machado tão distante da realidade de nosso tempo?

Su...

3 Sep 2019

Parece incrível, mas, para algumas pessoas, basta meia duzia de frases para embasbacar e convencer toda uma nação. Mas a oratória, seria inata ou praticável?

24 Jun 2019

Filósofo, escritor e crítico francês, Jean-Paul Sartre é considerado referência nos estudos sobre o existencialismo. Ao tratar de conceitos como a liberdade humana, Sartre fundamenta que a essência do ser é adquirida por meio das vivências e experiências. Para tal, o i...

23 Apr 2019

Baobá é um grupo de estudos negros que ocorre mensalmente em Sorocaba. Seus idealizadores, Wellington Ataíde e Daniel Azevedo, promovem os encontros que têm como objetivo não apenas o estudo de pensadores negros e suas obras, mas também a convivência de seus participan...

Franz Kafka é um desses autores que com perspicácia e uma certa ironia demonstra as diversas inconsistências do mundo contemporâneo e como estamos perdidos dentro dele. Durante diálogos com amigos ele  revelou parte da sua visão ao falar que "há esperança suficiente, e...

Please reload

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS centes:      
Please reload

Feed do Instagram

caoscultural4.png

ouça o podcast

do caos cultural

Sem título.jpg

apoie um projeto:

contos clássicos de fantasma

© 2016 por O Caos Cultural.