14 Jan 2020

“Você quer ver”, meu amigo De Jakels me dissera, “está bem, arranje uma fantasia de dominó e uma máscara, um dominó bem elegante de cetim preto, calce uns escarpins e, desta vez, meias de seda preta, e espere-me em casa na terça-feira. Irei pegá-lo por volta das dez e...

7 Oct 2019

Nascida em 1882, no seio de uma família nobre de Kensington, Reino Unido, Adeline Virginia Woolf foi escritora, ensaísta e editora, sendo uma das mais proeminentes figuras do modernismo e uma das mais reconhecidas escritoras da história da literatura.

Woolf estreou em s...

28 Jul 2019

DOCUMENTÁRIOS LATINO-AMERICANOS EM REDE

O CurtaDoc é um espaço dedicado ao documentário latino-americano. O projeto nasceu em 2009 no Brasil como um programa para o SescTV, e desde 2011 é também um acervo online. Além de um rico arquivo, estamos formando uma rede de int...

19 Jul 2019

Gosta de Jazz? Imagine ter acesso irrestrito a uma coleção de mais de 650 fitas cassetes, 1000 horas de gravação e 360Gb de áudio? Essa é a coleção do professor do ensino médio David W. Niven, um amante do jazz!

Duke Ellington, Charlie Parker, Thelonious Monk, Chat Bake...

10 Jul 2019

Página reúne mais de 22 mil imagens coletadas em missões de pesquisa em países como Líbano, Síria, Palestina, Jordânia, Egito, Marrocos, Iraque e Irã

Please reload

OT72GE7TVWWD333IV5NELULJ3I.jpg

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS centes:      
Please reload

Feed do Instagram

© 2016 por O Caos Cultural.