19 Aug 2019

João de Cruz e Sousa foi um poeta catarinense, maior nome do simbolismo brasileiro, negro, alforriado, e rodeado por fortes teorias racistas.

30 Jul 2019

Um dos grandes questionamentos que me faço sobre literatura e seu consumo no Brasil é quanto ao pequeno contato que os leitores tupiniquins têm de obras latino-americanas.

Não que não haja leitores interessados nas obras de nossos hermanos, porém é perceptível que, para...

2 Jul 2019

Publicado em 1516, o Cancioneiro Geral de Garcia de Resende é uma compilação de poesia palaciana que inclui obras do século XV e XVI. Escritos em português e castelhano, versam sobre diversos temas, sendo a primeira coletânea de poesia impressa em Portugal, e principal...

10 Jun 2019

Nascido em 1890, em Rhode Island, nos Estados Unidos, filho de uma família notória, Howard Phillips Lovecraft, mais conhecido apenas como H P Lovecraft, foi um escritor que revolucionou o gênero de terror, atribuindo a ele elementos fantásticos típicos dos gêneros de f...

19 Apr 2019

Nascida em 1952, filha do sociólogo Waldo Aranha Lenz Cesar e da jornalista Maria Luiza Cruz, Ana Cristina Cesar foi uma poetisa e tradutora brasileira, considerada um dos principais nomes da geração mimeógrafo e frequentemente vinculada ao movimento de Poesia Marginal...

Please reload

 

Em meio à festa, à dança. à diversão: o tempo passa.
Em meio ao trabalho, o relatório, o feedback: o tempo passa.

Durante o domingo, durante o sexo, durante a partida de futebol e a risada pós piada, cada segundo passa, escorrendo pelo rastro de tantos outros segundos perdidos, de tantas outras ideias esquecidas, de tantos outros desejos abandonados.

Se uma ideia não realizada é uma ideia inexistente, então também cada palavra não proclamada é um pensamento inexistente. Cada plano abandonado uma rendição prévia. E a cada tópico anteriormente citado, uma inexistência de parte do que nos constitui.

Totentanz é a recordação do tempo constante, é a observação do tudo no agora.

É a busca, mesmo que sempre busca, da observação do caos em sua plenitude.

O Manifesto não busca a individualidade, nem a remediação do singular. 

Pretende a busca da identificação exterior do sujeito de Rimbaud. O continente humano de John Donne. A celebração de Whitman. A razão de Hamlet. O tempo: Chronos e Kairós.

   MANIFESTo TOTENTANZ    

     POSTS centes:      
Please reload

Feed do Instagram

caoscultural4.png

ouça o podcast

do caos cultural

Sem título.jpg

apoie um projeto:

contos clássicos de fantasma

© 2016 por O Caos Cultural.